Ciência

Equipe da BBC visita Caverna dos Cristais no México

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Uma equipe de televisão da BBC conseguiu chegar à Caverna dos Cristais ou Caverna Naica, no norte do México.

A caverna foi descoberta em 2000, por acaso, quando mineradores das minas de prata de Naica, conseguiram atravessar uma das paredes da caverna e ficaram surpresos ao descobrir cristais enormes, os maiores cristais naturais já encontrados no mundo.

Alguns dos cristais de selenita chegam a mais de dez metros de extensão.

A equipe da BBC, uma das poucas do mundo a conseguir chegar no local, foi liderada pelo professor de geologia da Universidade de Plymouth, Grã-Bretanha, Iain Stewart que comparou os cristais a uma exposição de arte moderna .

Mas Stewart conta que, para os responsáveis pelas minas de Naica, a Caverna dos Cristais tem importância secundária, e poderá ser fechada no futuro.

Para uma equipe conseguir ficar dentro da caverna, é preciso enfrentar condições difíceis. A temperatura chega aos 50 graus e a umidade do ar é de 100%.

O geólogo afirma que isto faz com que fluidos se condensem nos pulmões de quem não usa equipamentos especiais e muitos exploradores chegam a desmaiar dentro da caverna.

Para conseguir as imagens para a BBC a equipe teve que usar uma roupa onde podiam ser armazenados cubos de gelo e uma máscara que fornecia ar fresco e seco.

Poucos geólogos tiveram a chance de chegar até a Caverna dos Cristais.

E apesar da perspectiva de fechamento da caverna, o geólogo Iain Stewart afirma que um consolo para os estudiosos é que talvez existam muitas outras cavernas como a de Naica que ainda precisam ser descobertas, na própria região de Naica e em outros lugares do planeta.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.