Não pode viajar por causa do caos aéreo? Conte para a BBC Brasil

Você é brasileiro? Está sendo impedido de embarcar para a Europa ou voltar para o Brasil?

Envie o seu relato para a BBC Brasil. Se quiser, mande também uma foto ou vídeo sobre a sua situação no momento.

Não importa se você capturou imagens com seu telefone celular ou equipamento profissional, nós queremos ver o mundo através de suas lentes.

Para mandar suas fotos ou vídeos, basta carregá-los aqui e acrescentar o tema, uma breve descrição, data e local em que foram produzidos.

Clique aqui para enviar o seu depoimento e suas imagens

E não se esqueça de que só usaremos imagens que tenham sido produzidas por você.

Leia aqui os depoimentos dos internautas da BBC Brasil:

"Minha mãe se encontra em Milão, querendo retornar ao Brasil. Ninguém passa alguma informação sobre o voo dela."

Victor Linhares, no Piauí, 20 de abril

*

"Há 5 semanas, cheguei ao Brasil para o início de umas mais que merecidas férias e, nunca imaginaria que tivesse que prolongar a minha estada no país. Já se passaram 3 dias do meu suposto retorno a Londres e fica no ar aquela angústia de não se saber ao certo quando retornarei. Ainda não sei qual o impacto e tampouco o tamanho da inconveniência que esse caos gerará - no trabalho, com moradia, etc. Estou tentando desde domingo remarcar o meu voo sem sucesso algum. Boa sorte para todos."

Marcos Sanchez, em São Paulo, 20 de abril

*

"Minha equipe comercial e clientes convidados por nossa empresa, Liebherr Brasil, tivemos nosso voo cancelado pela Lufthansa no dia 16/04. Iríamos participar da maior feira do mundo de equipamentos, a BAUMA, que está ocorrendo justamente nesta semana em Munique. A feira só ocorre de três em três anos e os prejuízos são incalculáveis. Ainda estamos aguardando alternativas, entretanto as esperanças de participação estão se esgotando. Rotas alternativas são inúteis."

Alexandre Henrique Zaccara, no Estado de São Paulo, 19 de abril

*

"Eu e a minha esposa estamos em Munique. Deveríamos ter retornado a São Paulo em 18/04, via Frankfurt, mas de acordo com a TAM, dificilmente sairemos daqui antes de 03/05. Estamos absolutamente sem assistência da companhia aérea, ou maiores informações. Iremos para Lisboa de ônibus na 4ª feira, e de lá para SP, em um voo que compramos hoje da própria TAM, que acreditem, não transferiu o nosso voo para Lisboa. Em Munique, pensões e hostels cobram, no mínimo 200 euros a diária por pessoa. Situação difícil."

Andre Gil Garcia Hiebra, em Munique, 19 de abril