Soldados entram em confronto com manifestantes na Tailândia

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Pelo menos 18 pessoas ficaram feridas nesta quarta-feira na capital da Tailândia, Bangcoc, em confrontos envolvendo soldados e manifestantes contrários ao governo, chamados de “camisas vermelhas”.

Em cerca de dois mil carros e motos, os oposicionistas se dirigiam a um comício para pedir eleições antecipadas, mas o governo montou um cordão de isolamento com cerca de 450 soldados no meio do caminho.

Durante os choques, militares realizaram disparos. Eles alegaram que foram atacados primeiro pelos oposicionistas que participavam da carreata.

Um soldado teria morrido durante os choques, baleado por um colega.

Milhares de camisas vermelhas ocupam o centro de Bangcoc há semanas.

Muitos defendem a volta do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, deposto em 2006, e consideram ilegítimo o atual ocupante do cargo, Abhisit Vejjajiva.

Ainda nesta quarta-feira, o Tribunal Constitucional aceitou estudar uma recomendação da Comissão Eleitoral tailandesa sobre a dissolução do partido Democrata, do primeiro-ministro Abhisit, por suposto mau uso de verbas públicas.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.