Ásia

Cruz Vermelha pede corredor humanitário no Quirgistão

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A ajuda humanitária começa a chegar ao Quirguistão, depois da explosão de violência étnica envolvendo quirguizes e uzbeques, que começou na quinta-feira passada.

A Cruz Vermelha Internacional afirma que é preciso abrir um corredor humanitário para distribuir ajuda nas áreas mais remotas.

Milhares de pessoas estão desabrigadas e se aglomeram em acampamentos que foram improvisados na região da fronteira com o Uzbequistão.

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados diz que cerca de 100 mil pessoas fugiram para o Uzbequistão, mas o país vizinho agora mantém as fronteiras da região fechadas.

Depois de ver milhares de pessoas buscarem refúgio no Uzbequistão, o governo de outro vizinho, o Tadjiquistão, também deu sinais de que deve fechar a fronteira com o Quirguistão.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.