Meio Ambiente

Cooperativa gaúcha ganha prêmio ambiental britânico

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A Creluz, Cooperativa de Energia e Desenvolvimento Rural do Médio Uruguai, um grupo criado por moradores do interior do Rio Grande do Sul ganhou uma das mais prestigiados comendas ambientais britânicas, o Prêmio Ashden.

A cooperativa foi fundada em 1966 para distribuir eletricidade em uma área esquecida pelo governo e há dez anos começou a investir em micro geração de energia hidroelétrica.

Hoje, ela movimenta R$ 24 milhões de reais por ano, gera cerca de 400 empregos diretos e indiretos e fornece energia a 80 mil moradores da região.

De acordo com os organizadores do prêmio Ashden, a geração de energia limpa evita a liberação na atmosfera de cerca de 7 mil toneladas de CO2 por ano.

As represas das seis usinas hidrelétricas da Creluz são no próprio curso do rio, sem necessidade de inundar terras para criar lagos.

Os lucros da produção são reinvestidos em projetos sociais e ambientais, muitas vezes em parceria com diferentes esferas do governo. Por ano, a Creluz investe cerca de R$ 700 mil em projetos sociais.

Um dos projetos que mais impressionou os avaliadores do Prêmio Ashden foi o investimento em recuperação de áreas degradadas por garimpo em oito municípios da região.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.