Arqueólogos encontram o documento escrito mais antigo de Jerusalém

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Arqueólogos israelenses disseram ter encontrado o documento escrito mais antigo já descoberto em Jerusalém.

O pequeno fragmento de barro data do século 14 a.C.

O fragmento tem cerca de 2,8 centímetros de diâmetro e grossura de um centímetro. O texto está escrito em símbolos cuneiformes, no idioma acadiano.

Apesar do tamanho do fragmento, é possível ver nove linhas escritas. Mas os arqueólogos conseguiram apenas ler palavras isoladas como “eles”, “você” e “depois”, sem conseguir entender o contexto do que foi escrito.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.