Religião

Polônia inaugura Cristo Redentor

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Ao som de sinos, uma procissão atravessou a pequena cidade de Swibodzin, na Polônia, no domingo para a inauguração da estátua que seria a maior de um Cristo Redentor em todo o mundo.

A altura da estátua é simbólica: 33 metros, um para cada ano que Jesus teria passado na Terra.

No meio de uma região agrária, o monumento, financiado por doações de fiéis, é a mais recente e evidente expressão da fé católica na Polônia.

O público parece ter aprovado a homenagem, embora alguns tenham estranhado o local escolhido para erguê-la.

"O Cristo vai virar uma atração turística, mas não vi qualquer infraestrutura", afirmou um jovem.

Cristo na Polônia

A estátua de 33 m foi financiada por doações de fiéis poloneses

No enlameado campo polonês, as paisagens não devem ajudar muito o Cristo polonês a se tornar uma atração turística mundial como o carioca.

Mas, para os católicos, o importante é o significado.

"Que a mensagem de padres e cidadãos de Swibodzin circule pela Polônia e pelo mundo, apresentando a fé e o espírito de Cristo a corações humanos em todos os lugares", afirmou o bispo polonês Stefan Regmunt.

Pesquisas de opinião feitas na Polônia indicam que muitos no país consideraram o monumento vulgar e grandioso demais e duvidam que ele possa competir com o primo famoso do Rio de Janeiro.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.