Grã-Bretanha

Repórter da BBC que investigava venda ilegal de cigarros é agredida

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Uma repórter da BBC foi agredida quando investigava a venda ilegal de tabaco e cigarros na Escócia.

Samantha Poling iniciou a reportagem sabendo que nos últimos anos este comércio, antes feito apenas em pequena escala, agora é financiado por uma rede internacional de criminosos. E a repórter também sabia que a maior parte destas mercadorias vinha da China.

O setor agora movimenta bilhões de libras e alcança uma escala global. A Grã-Bretanha é o segundo mercado do mundo em termos de preços de cigarro e tabaco, sendo que 80% do preço é imposto.

Segurança tenta evitar que repórter seja agredida

Apesar da presença do segurança, repórter foi agredida

Mas, os que vendem os produtos de forma ilegal não pagam imposto e por isso, vendem pela metade do preço e com lucro. Com a fraude, o governo tem deixado de arrecadar bilhões em impostos não pagos. Além disso, os níveis de toxinas nestes produtos são bem mais altos.

Com uma câmera escondida, Poling comprou tabaco ilegalmente de uma mulher em um mercado de rua na cidade de Glasgow.

Quando foi devolver o produto, a mulher já não estava mais no mercado. A repórter foi acompanhada da equipe de gravação e dois seguranças.

Lá ela foi recebida por um parceiro da mulher. Ao pedir o dinheiro de volta, a repórter começou a ser ameaçada por um outro homem, que tinha seguido a equipe. O homem partiu para cima de Poling e chegou a ferir sua mão.

Este homem então empurra os seguranças e depois parte para cima de todos com bastão de ferro, gritando ameaças.

A jornalista da BBC deixou os produtos ilegais na barraca, mas não recebeu seu dinheiro de volta.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.