Europa

Balões de ar quente cruzam o Canal da Mancha

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

Na tentativa de entrar para o livro dos recordes, 75 balões de ar quente partiram de Kent, na Inglaterra, e voaram até Calais, na França, na quinta-feira.

O evento reuniu balonistas de toda a Europa e balões de todas as cores e feitios.

O pai da ideia foi o policial aposentado Ian Sharpe, balonista há oito anos, com auxílio do diretor da empresa Airborne Balloon Flights, Steve Richards.

Sharpe participou da primeira travessia em grupo há seis anos e queria repetir a dose.

Dessa vez, com tempo nas mãos, ele decidiu organizar o evento e pediu ajuda a Richards, o organizador da travessia anterior.

Balão

Se confirmado pela Guinness World Records, terá sido a maior travessia

A travessia bem-sucedida aconteceu ao fim de 14 meses de trabalho, após diversos alarmes falso por causa do mau tempo.

Com a exceção de um balão, todos os outros chegaram a Calais em cerca de quatro horas.

Por problemas técnicos, apenas um teve que pousar em Dover.

Se confirmado pela Guinness World Records, o evento pode entrar para o livro dos recordes como a maior travessia do Canal da Mancha em balões de ar quente.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.