Grã-Bretanha

Gata com três patas fotografa vizinhança com câmera no pescoço

Player

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Tocar com outro programa

Aos seis anos de idade, a gata Nancy Bean não só superou a sua deficiência física - ela não possui a pata dianteira direita - como se transformou em uma fotógrafa.

Com uma câmera automática que tira 400 fotos por dia, a gata passou a registrar o seu dia-a-dia felino.

A ideia faz parte de um projeto do seu dono, o estudante de arquitetura Christian Allen, de fotografar a vida nos subúrbios britânicos.

Ele conta que queria tirar fotos do cotidiano sem uma ideia preconcebida do que seria este dia-a-dia, e mesmo sem ter que procurar por isso. Assim, pendurou uma máquina fotográfica na gata e a mandou para o subúrbio.

Foto da gata Nancy Bean

As imagens tomadas pela gata chamaram a atenção de um fotógrafo

O resultado é um fascinante estudo fotográfico na vizinhança de Allen. Tudo, é claro, do ponto de vista da gata Nancy.

O estudante diz que passou a ver a vizinhança sob uma nova luz. Allen apresentou 55 fotos tiradas pela gata no trabalho para a Universidade de Plymouth.

Mas as imagens acabaram chamando a atenção do fotógrafo Martin Parre, que pediu autorização para usar 18 fotos em uma exposição na França.

Tanto o dono como a gata foram convidados para o evento nos próximos meses, mas, segundo Allen, Nancy Bean preferiu ficar em casa.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.