BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Notícias
05 de dezembro, 2001 - Publicado às 15h07 GMT
Correios do Brasil lançam selo com aroma de café
O aroma pode durar até cinco anos
O aroma pode durar até cinco anos

Isabel Murray, de São Paulo

O cheiro do cafezinho brasileiro poderá ser enviado pelo correio e sentido por pessoas do outro lado do mundo.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) lançará, no próximo dia 7 de dezembro um selo especial com aroma de café. O selo custará R$1,30 ou US$0,53 e será usado para o envio de correspondência internacional.

A idéia é divulgar o café brasileiro, que vem perdendo mercado para o café da Colômbia, país que gasta muito com a promoção do seu produto.

O selo brasileiro está sendo impresso na Casa da Moeda; a essência de café foi feita por uma empresa particular usando uma tecnologia especial para garantir a durabilidade do aroma.

Microcápsulas

"O grão de café maduro é torrado, moído e filtrado sob pressão", explica Alvaro de Oliveira Soares, diretor de produção da Casa da Moeda do Brasil."Os filtros por onde passam o café ficam saturados de aroma e passam por um processo chamado turbilhonamento. É como um liquidificador gigante a uma grande velocidade".

O processo cria microcápsulas, cheias de um líquido com aroma saturado de café. Elas são misturadas com um verniz transparente que é levado para a máquina de impressão offset da Casa da Moeda.


Café brasileiro vem perdendo espaço para o colombiano

"Depois de impresso, o selo recebe uma camada desse verniz transparente, que contém as microcápsulas, invisíveis. Quando o selo é distribuído, ele já sai com o cheirinho".

Os especialistas que participam do processo de criação do selo acreditam que o aroma de café dure de três a cinco anos. Mas cada vez que alguém quiser ter a sensação de estar apreciando um cafezinho no Brasil, basta friccionar o selo, estourando as microcápsulas para liberar um aroma mais forte.

Essa tecnologia já havia sido usada há dois anos, quando o correio brasileiro lançou um selo com cheiro de madeira queimada — uma forma de protesto contra o desmatamento da Amazônia.

Um selo impresso em 1999 tinha odor de madeira queimada

"O selo das florestas foi um sucesso e ganhou até prêmios internacionais", diz Maria de Lourdes Fonseca, sub-chefe do departamento de Filatelia da ECT. "Esperamos o mesmo êxito com esse novo lançamento, que divulga o hábito brasileiro de tomar um cafezinho."

 
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias por e-mail.
   ORIENTE MÉDIO
Leia as últimas notícias e análises sobre o processo de paz entre Israel e os palestinos.







Notícias relacionadas:
10 de outubro, 2001
  Grávidas devem tomar menos café
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC