BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Notícias
27 de agosto, 2002 - Publicado às 20h37 GMT
Desaparecido nos ataques de 11 de setembro é achado vivo em hospital
Vinte mil pessoas estavam próximas das torres do WTC
Vinte mil pessoas estavam próximas das torres do WTC

Um homem cujo nome constava da lista dos desaparecidos por causa dos ataques de 11 de setembro às torres do World Trade Center foi encontrado vivo num hospital de Nova York, quase um ano depois dos atentados.

George Sims, de 46 anos, está sofrendo de amnésia e esquizofrenia, e foi encontrado no início de agosto depois de o hospital ter procurado a família dele e pedido por uma fotografia para a confirmação de sua identidade.

"Ele está vivo mas não muito bem de saúde", declarou Anna, mãe de George Sims, ao jornal Star-Ledger, de Nova Jersey, sem revelar em que hospital seu filho está internado.

Acredita-se que George Sims estava "vendendo coisas" nas proximidades do World Trade Center no dia em que os ataques ocorreram.

Desaparecido

Ele foi declarado desaparecido depois que sua família não recebeu notícias dele por várias semanas.

Até agora ninguém sabe exatamente o que George Sims estava fazendo no dia 11 de setembro e como ele foi parar no hospital.



Número exato de mortos no WTC pode nunca ser definido
Mas a família espera que George se recupere e seja capaz de explicar o que aconteceu.

Na semana passada, a lista de vítimas de Nova Jersey da agência de notícias Associated Press trazia o nome de 694 pessoas sendo que George Sims era a única que era identificada como "considerada desaparecida" pois não havia nenhuma verificação, a não ser o registro da família.

Cerimônia

Ele também estava na lista oficial de vítimas de Nova York como uma das 90 pessoas desaparecidas.

Especialistas dizem que o caso mostra como o número exato de mortos dos ataques de 11 de setembro talvez nunca seja definido.

As autoridades de Nova York divulgaram uma lista de 2.819 vítimas cujos nomes vão ser lidos em voz alta durante a cerimônia do primeiro aniversário dos atentados.

Mas as autoridades disseram que esta lista vai ser revista e mudanças podem ocorrer até o final desta semana.
 
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias por e-mail.
   ORIENTE MÉDIO
Leia as últimas notícias e análises sobre o processo de paz entre Israel e os palestinos.







Notícias relacionadas:
16 de dezembro, 2001
  Derrubada última parede do World Trade Center
11 de setembro, 2001
  A tragédia do World Trade Center em imagens
11 de outubro, 2001
  Bósnios vão ajudar a identificar corpos encontrados no WTC
11 de setembro, 2001
  Torre do World Trade Center não resiste ao incêndio e desaba
26 de setembro, 2001
  Giuliani quer transformar o que restou do WTC em memorial
Links externos:
Jornal Star-Ledger (em inglês)
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC