BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Notícias
05 de fevereiro, 2003 - Publicado às 01h34 GMT
Venezuela recorda a tentativa de golpe de 1992
Em meio às manifestações, comércio voltou ao normal
Em meio às manifestações, comércio voltou ao normal

O governo e a oposição da Venezuela comemoraram na terça-feira, com diferentes atos públicos, o aniversário da tentativa de golpe de Estado de 1992 - liderada, entre outros, pelo atual presidente Hugo Chávez.

As organizações políticas e sociais que apóiam o governo organizaram uma missa na Catedral de Caracas, depositaram flores diante da estátua de Simón Bolívar e promoveram uma festa em uma casa de espetáculos na capital venezuelana.

O governo celebrou o que o vice-presidente José Vicente Rangel chamou de "um golpe de opinião contra um sistema corrupto".

Rangel disse ainda que "a rebelião militar liderada por Chávez teve o respaldo de 90% dos venezuelanos" e foi muito diferente do golpe contra o presidente da Venezuela em abril do ano passado.

"Contra o golpismo"

A Coordenação Democrática, aliança de partidos e movimentos da oposição, convocou uma "vigilia contra o golpismo" durante a noite desta terça-feira em uma praça no leste de Caracas.

Em 4 de fevereiro de 1992, um grupo de militares tentou derrubar o então presidente Carlos Andrés Pérez em um golpe de Estado. Um dos líderes do movimento era o tenente-coronel Hugo Chávez.


Chávez não participou dos atos públicos
Na época, a rebelião militar foi controlada, mas Chávez teve a chance de promover seu discurso diante das câmeras de televisão.

Em uma breve aparição, o agora presidente disse que os objetivos "ainda" não haviam sido alcançados e pediu que seus companheiros se entregassem.

Exposição

A participação decisiva na tentativa de golpe rendeu a Chávez uma grande exposição pública, que mais tarde ajudaria o tenente-coronel a construir sua carreira política.

Chávez e seus companheiros foram julgados e condenados por rebelião militar.

Mesmo preso, o atual presidente da Venezuela ajudou a planejar e a executar uma segunda tentativa fracassada de golpe em novembro de 1992.

Pouco mais de dois anos depois, Chávez recebeu um indulto, deixou a prisão e começou a campanha política que o levou à Presidência da Venezuela em dezembro de 1998.

Nos atos públicos desta terça-feira, a oposição - que Chávez diz ser formada por "golpistas, fascistas e terroristas" por exigir a sua renúncia - procurou frisar que foi o atual presidente quem tentou derrubar um governo democrático.

Em abril de 2002, um movimento de civis e militares tirou brevemente Chávez do poder. Menos de 48 horas depois, no entanto, o presidente voltou a ocupar o cargo.


Clique aqui para ler mais sobre a crise na Venezuela
 
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias por e-mail.
   ORIENTE MÉDIO
Leia as últimas notícias e análises sobre o processo de paz entre Israel e os palestinos.







Notícias relacionadas:
04 de fevereiro, 2003
  Governo Chávez rejeita antecipar fim de mandato
03 de fevereiro, 2003
  Venezuelanos interrompem greve depois de 63 dias
03 de fevereiro, 2003
  Chávez afirma que derrotou a greve na Venezuela
29 de janeiro, 2003
  Bancos privados retomam operações normais na Venezuela
02 de fevereiro, 2003
  Crise política na Venezuela
Links externos:
Governo da Venezuela (em espanhol)
Movimento de oposição Coordenação Democrática (em espanhol)
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC