BBC World Service LogoHOMEPAGE | NEWS | SPORT | WORLD SERVICE
Portuguese Pesquisa na BBC Brasil
 
Primeira Página
Saúde &
Tecnologia
Economia
Cultura
Especial
Fórum
Aprenda inglês
ÁUDIO
Dois minutos pelo mundo
Notícias
Mundo Hoje
De Olho
no Mundo
Programação
Como Sintonizar
SERVIÇOS
Parceiros
Sobre a BBC
Expediente
Página simplificada
Fale com a gente
Empregos
E-manchetes
LÍNGUAS
Espanhol
Português para a África
Árabe
Chinêês
Persa
Hindi
Urdu
BBC News
BBC Sport
BBC Weather
 Você está em: Notícias
20 de março, 2003 - Publicado às 18h08 GMT
Parlamento turco aprova uso de espaço aéreo por americanos
EUA ainda não podem usar bases militares na Turquia
EUA ainda não podem usar bases militares na Turquia

O Parlamento da Turquia aprovou nesta quinta-feira a proposta do governo que autoriza o uso do espaço aéreo do país por aviões americanos na guerra contra o Iraque.

O Parlamento também aprovou o envio de tropa turcas para o norte do Iraque.

Com a aprovação, os aviões de guerra baseados na Europa ou nos Estados Unidos podem cruzar os céus da Turquia para atacar o Iraque.

Os Estados Unidos também podem usar o espaço aéreo para transporte de tropas ou levar suprimentos para o norte do Iraque – mas não podem reabastecer nas bases do país.

Dúvidas

Um correspondente da BBC diz que a perspectiva de que a Turquia coloque seu próprio Exécito no norte do Iraque encontra forte oposição dos iraquianos de origem curda do norte do país, aliados dos Estados Unidos.

A proposta também é vista com reserva pelos Estados Unidos.

A Turquia teme que os curdos usem o conflito para assumir o controle de mais território no norte do Iraque ou até para tentar estabelecer um Estado curdo.

A proposta do governo de autorizar o uso do espaço aéreo pelos Estados Unidos foi aprovada por 332 votos a favor, 202 contra e uma abstenção.

De manhã, antes da votação, milhares de manifestantes se reuniram para protestar na frente do Parlamento.

A maioria da população turca se opõe à guerra, mas o primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, do Partido da Justiça, de origens islâmicas defendeu a aprovação.

Frente Norte

"Os resultados foram o que se esperava. Creio que é bom para o país e para a população turca", disse Erdogan aos jornalistas depois da votação.

Os Estados Unidos vinham pressionando a Turquia - que é integrante da Organização para o Tratado do Atlântico Norte (Otan) - para que permitisse a presença de 62 mil soldados americanos no país. O objetivo era abrir uma frente a partir do Norte do Iraque, que faz fronteira com a Turquia.

O Parlamento da Turquia negou essa autorização no início de março e, na medida em que o início da guerra se aproximou, os Estados Unidos fizeram a solicitação urgente para uso do espaço aéreo.

Nesta quinta-feira, integrantes do governo turco não descartaram a possibilidade de aprovar o uso do território por tropas americanas em data ainda não marcada.

"No momento, o que eles (os EUA) querem é o uso do espaço aéreo. Vamos ver que outras solicitações eles possam ter no futuro", disse o ministro da Defesa, Vecdi Gonul, que acaba de voltar de negociações em Washington.

O governo dos EUA tinha oferecido um pacote de ajuda - com valor estimado entre US$ 15 bilhões e US$ 30 bilhões - à Turquia em troca da autorização do uso do território por tropas americanas.

Depois da rejeição da proposta pelo Parlamento turco, integrantes do governo americano disseram que o pacote de empréstimos e repasses de recursos não estava mais na negociação.

O ministro da Economia da Turquia, Ali Babacan, confirmou que a proposta original de ajuda dos EUA não era mais válida, mas ele deixou aberta a possibilidade de outro tipo de acordo.
 
   E-MANCHETE
Assine o serviço da BBC Brasil para receber as principais notícias por e-mail.
   ORIENTE MÉDIO
Leia as últimas notícias e análises sobre o processo de paz entre Israel e os palestinos.







Notícias relacionadas:
19 de março, 2003
  Turquia estuda liberar espaço aéreo aos EUA, mas não bases
17 de março, 2003
  EUA devem desistir de usar bases na Turquia
13 de março, 2003
  Turquia fecha partido curdo para enfraquecer separatismo
05 de março, 2003
  Comandante militar turco apóia entrada de tropas dos EUA
04 de março, 2003
  Veto turco não ameaça planos dos EUA, diz Casa Branca
Links externos:
Governo da Turquia (em inglês e turco)
A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo dos links externos indicados.
BBC World Service Logo ^^Volta ao início da página
Primeira Página | Saúde & Tecnologia | Economia | Cultura | Especial
Fórum | Aprenda inglês
---------------------------------------------------------------------------------------------------
Programação | Como Sintonizar
Parceiros | Sobre a BBC