Cientistas britânicos desenvolvem 'pulmão portátil'

Exame mostra pulmões com fibrose cística (arquivo)
Image caption Aparelho poderá ajudar pessoas com doenças como câncer de pulmão e fibrose cística

Cientistas britânicos estão desenvolvendo um pulmão portátil que pode ajudar pessoas com problemas respiratórios, como enfisema e fibrose cística.

Os pesquisadores da Universidade de Swansea afirmam que o dispositivo, que oxigena o sangue fora do corpo antes que ele vá para os pulmões, pode ser uma alternativa para o transplante no longo prazo.

Mas, os cientistas afirmam que poderão ser necessários mais anos para que o aparelho, do tamanho de uma caixa de óculos, seja disponibilizado para o público.

O professor Bill Johns teve a ideia para a criação do pulmão portátil depois que seu filho morreu de fibrose cística.

"É importante que façamos algo que vá ajudar as pessoas que, ao invés de ficarem confinadas a uma cadeira de rodas com um tubo de oxigênio, poderão andar e fazer coisas sozinhas", disse.

Pacientes

Image caption Johns afirma que teve a ideia depois que filho morreu de fibrose cística

Pacientes com problemas respiratórios, que viram o dispositivo experimental funcionando, aprovaram a pesquisa.

Elizabeth Spence, que já tentou duas vezes um transplante duplo de pulmão, espera que o novo aparelho possa ajudá-la.

"Meu corpo vai rejeitar os pulmões, então esta pode ser a resposta - outra forma de conseguir pulmões novos sem precisar de um transplante de verdade", disse.

As instituições de caridade britânicas que tratam de pessoas com problemas respiratórios aprovaram a pesquisa, mas recomendaram cautela a respeito do tempo necessário para que o aparelho seja disponibilizado.

"Temos que destacar que isto (o pulmão portátil) demorará muitos anos para ser usado, mesmo em uma fase de testes", disse Chris Mullholland, chefe da British Lung Foundation.

Segundo a fundação, existem mais de 40 problemas que podem afetar a capacidade respiratória, entre eles câncer de pulmão, tuberculose, asma, fibrose cística e muitas outras.

Na Grã-Bretanha, desde março de 2008, existem 287 pessoas na lista de espera por um transplante de pulmão, segundo o Serviço de Transplantes britânico.

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet