Sri Lanka diz ter matado mais de cem Tigres Tâmeis

Tigres Tâmeis
Image caption O governo diz estar próximo de derrotar os Tigres Tâmeis

Mais de cem militantes dos Tigres Tâmeis morreram neste sábado em dois confrontos isolados no Sri Lanka, de acordo com o governo do país.

As batalhas teriam acontecido no norte do país, na região de Puthukkudiyiruppu, considerada um dos últimos redutos do grupo rebelde. Segundo o Exército do Sri Lanka, 93 corpos já teriam sido encontrados nessa área.

O governo disse também que 11 Tigres Tâmeis foram mortos em um confronto marítimo, depois que quatro das embarcações em que estavam foram afundadas.

Até o momento, as informações do governo do Sri Lanka não foram confirmadas por organizações independentes.

Militares do Exército do Sri Lanka classificaram os acontecimentos deste sábado como "uma das piores baixas recentes para os Tigres".

O governo não informou se sofreu mortos ou feridos. Os rebeldes tampouco se pronunciaram a respeito.

Os militares aproveitaram a ocasião para reforçar o discurso de que estariam próximos de uma vitória sobre os rebeldes, que iria pôr um fim à longa guerra civil no país.

Antes dos últimos confrontos, o governo já tinha afirmado ter matado mais de cem rebeldes recentemente.

No entanto, o site pró-Tigres Tamilnet afirmou que as autoridades do país teriam matado 90 civis e ferido outros 195 em três dias de ataques.