Militante foge de prisão libanesa usando escada humana

Image caption A prisão é localizada em um subúrbio no leste de Beirute.

Um militante islâmico fugiu de uma prisão no Líbano usando uma escada humana, formada por sete outros detentos, para pular um dos muros do local.

Taha Al-Hajj Suleiman, do grupo Fatah Al-Islam, escapou da prisão Roumieh, em Beirute oriental, na madrugada de terça-feira.

Os guardas da prisão conseguiram impedir a fuga dos outros sete integrantes do grupo, inspirado na Al-Qaeda.

Construída há quatro décadas, a prisão com capacidade para mil presos abriga atualmente cerca de três mil detentos.

Confrontos

A polícia libanesa afirma que Suleiman, originário da Síria, é perigoso e iniciou uma busca por ele usando helicópteros.

O grupo ficou famoso quando assumiu o controle de um campo de refugiados palestino no norte do país e entrou em confronto com o Exército em 2007.

Os confrontos duraram 15 semanas e mataram cerca de 440 pessoas, incluindo 170 soldados e 47 civis palestinos.

Acredita-se que integrem o grupo vários árabes de outros países. Eles foram responsabilizados por ataques posteriores a alvos policiais e militares.