Nove morrem em suposto ataque de mísseis dos EUA no Paquistão

Avião não-tripulado dos EUA
Image caption O Paquistão criticou os ataques de aviões não-tripulados dos EUA

Pelo menos nove pessoas morreram em um suposto ataque de mísseis americano nesta sexta-feira no noroeste do Paquistão, segundo autoridades locais.

As informações das autoridades sugerem que um ou dois mísseis teriam sido lançados de aviões não-tripulados, atingido o vilarejo de Dande Darpa Khel, na região tribal do Waziristão do Norte.

Há relatos de que o vilarejo é frequentada por simpatizantes do líder afegão do Talebã, Jalaluddin Haqqani.

No último ano, a região tribal, que faz fronteira com o Afeganistão, foi alvo de dezenas de ataques de mísseis.

Segundo a agência de notícias AFP, moradores da principal cidade da região, Miran Shah, dizem ter ouvido uma grande explosão que quebrou vidros de janelas e derrubou portas.

As autoridades dizem que o ataque deixou feridos, mas não há informações sobre a gravidade dos supostos ferimentos ou do número de eventuais feridos.

O Paquistão já criticou publicamente os ataques de mísseis dos Estados Unidos na região. Segundo o governo, os ataques acabam incentivando o apoio aos militantes rebeldes.

Há rumores de que Baitullah Mehsud, líder do Talebã no Paquistão, teria morrido em um ataque como esse no último dia 5. A informação, no entanto, é negada por militantes do grupo.

Notícias relacionadas