Polícia dispersa manifestantes em encontro do G20

Manifestantes em Pittsburgh, onde ocorre cúpula do G20
Image caption Tropas de choque interromperam marcha de protesto em Pittsburgh

Tropas de choque usaram gás lacrimogêneo nesta quinta-feira para dispersar centenas de manifestantes reunidos em Pittsburgh, nos Estados Unidos, onde estão chefes de Estado do G20 - grupo das 20 economias mais desenvolvidas do mundo, do qual o Brasil faz parte.

Segundo o jornal local Pittsburgh Post-Gazette, cerca de 500 manifestantes participaram de uma passeata em direção ao local em que os líderes mundiais se reunirão nesta sexta-feira.

De acordo com autoridades locais, os policiais foram enviados para dispersar os manifestantes porque o protesto não havia sido autorizado.

Muitos manifestantes carregavam cartazes pedindo que os países do G20 parem de socorrer bancos e multinacionais.

O encontro em Pittsburgh deverá discutir uma nova regulamentação internacional do setor financeiro, além de uma estratégia de saída para reduzir os programas de socorro ao mercado adotados a partir de setembro de 2008, quando a crise econômica mundial se acentuou.

Leia mais na BBC Brasil: Cisões e impasses marcam reunião do G20

As autoridades reforçaram a presença de policiais para garantir a segurança do encontro, e novos protestos são esperados.

A última cúpula do G20, realizada em Londres em abril, foi marcada por confrontos entre a polícia e manifestantes.

Notícias relacionadas