Piratas da Somália atacam navio militar e são capturados

Image caption O navio francês possui 160 metros de comprimento

Um grupo de piratas da Somália foi capturado após tentar atacar, aparentemente por engano, um navio da marinha francesa, segundo um porta-voz militar da França.

Christophe Prazuck disse que os criminosos teriam confundido a embarcação militar com um cargueiro comum.

O incidente teria ocorrido a cerca de 500 km da costa somali.

"Uma vez que eles (os piratas) perceberam que estavam enfrentando um navio que estava atirando de volta e rumava em sua direção, eles pararam de atirar e tentaram fugir”, afirmou Prazuck à TV La Chaine.

Dificuldades legais

O navio Somme capturou cinco dos somalis que estavam em um bote.

"Todas as armas haviam aparentemente sido jogadas no mar, e os suspeitos estão sendo mantidos à bordo do Somme", disse o porta-voz.

Europeus patrulham as águas da costa somali, uma área de mais de três milhões de quilômetros quadrados onde os ataques de piratas são comuns.

A Somália não tem um governo de fato desde 1991 e há muita criminalidade no país.

Apesar das patrulhas, poucos piratas capturados são efetivamente processados por causa da complexidade dos detalhes legais envolvidos.

Notícias relacionadas