Amazônia

Asfalto na Floresta: BBC Brasil percorre a BR-319 na Amazônia

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Para uns, “estrada da destruição”; para outros, “rodovia do futuro”, a BR-319 (Porto Velho-Manaus) – construída na década de 70, parte do projeto do governo militar brasileiro de integrar a Amazônia, e abandonada na década seguinte – é uma síntese dos desafios fundamentais para a região: preservar e desenvolver.

A partir de segunda-feira, a BBC Brasil vai percorrer os quase 900 quilômetros da rodovia – já pavimentados ou ainda esburacados – para ver de perto como o polêmico reasfaltamento da estrada deve afetar a vida dos moradores e a natureza da região.

De Porto Velho a Manaus, a nossa equipe vai trazer diariamente vídeos, fotos, sons e reportagens sobre as condições das comunidades e da natureza exuberante da região.

Clique Clique aqui para conhecer a história da rodovia BR-319

Faltando pouco mais de um mês para o início da reunião sobre mudanças climáticas das Nações Unidas em Copenhague, na Dinamarca, o equilíbrio entre preservação e desenvolvimento na Amazônia brasileira assume proporções globais.

O desmatamento é responsável por cerca de 20% das emissões dos gases que provocam o efeito estufa no planeta. No Brasil, de acordo com os dados oficiais (de 1994), ele responde por mais de 70% das emissões nacionais.

Se, como criticam os adversários do projeto, o reasfaltamento da BR-319 levar à derrubada da floresta, o Brasil vai ter dificuldades em manter os compromissos de desmatamento já assumidos internacionalmente, como parte do programa nacional de combate às mudanças climáticas.

Os defensores da ideia, no entanto, afirmam que todas as medidas possíveis para resguardar a floresta estão sendo tomadas e que não pavimentar a rodovia é condenar as populações da região ao abandono.

Acompanhe a expedição da BBC pelo mapa interativo na nossa página www.bbcbrasil.com e pelo Twitter (bbcamazonia) para viver com os nossos repórteres o dia-a-dia na BR-319 e tirar as suas próprias conclusões sobre a polêmica.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.