Fidel Castro está 'forte e dinâmico', diz diretora da OMS

Fidel Castro. Foto AFP
Image caption Castro não aparece em público desde 2006

A diretora da Organização Mundial de Saúde (OMS), Margareth Chan, disse nesta quarta-feira que encontrou o ex-líder cubano Fidel Castro em Cuba e que ele parece muito “forte e dinâmico”.

Em uma coletiva de imprensa em Havana, Chan afirmou que passou mais de duas horas conversando com Castro na terça-feira.

Ela não entrou em detalhes sobre o estado de saúde do ex-líder, alegando “confidencialidade médica”, mas disse que Castro, de 83 anos, aparenta estar “forte”.

“Tivemos uma longa conversa e muito dinâmica. Foi uma lição de humildade. Ele me levou até o portão da casa, que era bem distante, então está muito forte. E não esqueça: sou mais jovem que ele”, disse Chan, que confessou ter ficado cansada com a caminhada.

Segundo a diretora, os dois conversaram sobre assuntos diversos como a gripe suína e o impacto das mudanças climáticas. Ela afirmou ainda que o ex-líder se mantém muito bem informado sobre os acontecimentos em Cuba e no exterior.

“Tenho que dizer que o conhecimento de Fidel Castro sobre a importância da saúde, especialmente da saúde pública, é impressionante”, afirmou.

Castro está afastado do poder e não aparece em público desde julho de 2006, quando enfrentou diversas cirurgias no intestino. Em fevereiro do ano passado ele renunciou ao cargo, que foi assumido pelo irmão Raúl.