Prefeito de Londres salva mulher de ataque de adolescentes

Boris Johnson (arquivo)
Image caption Johnson acompanhou a cineasta até em casa depois do ataque

O prefeito de Londres, Boris Johnson, salvou uma mulher que estava sendo atacada por um grupo de adolescentes enquanto andava em sua bicicleta na região norte da capital britânica.

Franny Armstrong gritou por ajuda quando foi cercada e empurrada por um grupo de meninas, uma delas armada com uma barra de ferro, na noite de segunda-feira no bairro de Camden.

O prefeito, que estava passando em sua bicicleta, parou e perseguiu as garotas.

A cineasta e ambientalista caminhava em direção de casa quando foi cercada pelo grupo de meninas, todas usando agasalhos com capuz.

"Eu estava passando mensagens de texto em meu telefone e não notei as garotas até que elas me empurraram contra um carro, com força", afirmou.

"Notei que uma delas tinha uma barra de ferro nas mãos, foi muito assustador."

Armstrong então gritou por socorro para o ciclista que estava passando pela rua, que era o prefeito.

"Ele disse para as meninas: 'O que vocês pensam que estão fazendo?' Ele então pegou a barra de ferro, gritou para as meninas e as perseguiu em sua bicicleta", disse.

Image caption Franny Armstrong admite que votou para adversário de Johnson em 2008

A cineasta contou ainda que o prefeito voltou alguns minutos depois e a acompanhou até sua casa.

"Ele foi meu cavaleiro em uma bicicleta brilhante", acrescentou.

Armstrong dirigiu o filme A Era da Estupidez e é a fundadora da campanha "10:10", que visa cortar as emissões de gases de efeito estufa em 10% até 2010.

A cineasta admitiu que não concorda com as posições políticas de Johnson e votou para o adversário dele, Ken Livingstone, na eleição municipal de Londres em 2008.

Mas, Armstrong acrescentou que "se você estiver em um beco escuro, encrencada, acho que Boris (Johnson) será mais útil que Ken (Livingstone)".

Uma porta-voz do prefeito de Londres confirmou o incidente, mas acrescentou que Johnson não fará comentários sobre o ocorrido.

Notícias relacionadas