Milhares de pessoas passam a noite presas no Eurotúnel

Passageiros presos no Eurostar
Image caption Alguns passageiros foram transferidos para outros trens

Mais de duas mil pessoas passaram a noite presas no Eurotúnel depois que cinco trens do Eurostar quebraram por causa das baixas temperaturas.

Especialistas acreditam que o problema foi causado por um choque térmico quando os trens deixaram o ar frio na França e entraram no túnel quente e úmido.

Dois dos trens foram rebocados para fora do túnel, enquanto outros tiveram de ser evacuados.

Todos os serviços do Eurostar foram cancelados neste sábado. O problema também acabou afetando as pessoas que planejavam atravessar o eurotúnel de carro.

'Situação intolerável'

Entre as principais reclamações dos que ficaram presos no túnel está a falta de informações.

"Foi tão frustrante, nós não tínhamos ideia do que estava acontecendo", disse James Brownell.

Os passageiros também reclamavam da falta de circulação de ar e de excesso de calor ou de frio causado por problemas no ar condicionado dos trens. Alguns disseram ter visto pessoas tendo crises de pânico e crianças cansadas e aflitas com a situação.

Muitos também reclamaram de não ter recebido água ou comida durante as várias horas que ficaram presos no túnel.

O porta-voz do Eurostar Bram Smets disse, no entanto, que todos os passageiros "passam bem".