Mulher de Charlie Sheen diz que ator ameaçou matá-la

Charlie Sheen
Image caption Charlie Sheen foi preso no Natal e foi solto após pagar fiança

A mulher de Charlie Sheen disse à polícia que o ator apertou uma faca contra o pescoço dela e ameaçou matá-la, durante a briga que levou à detenção dele no Natal.

Sheen passou grande parte do dia do Natal em uma cela de prisão após ter supostamente atacado Brooke Mueller Sheen, após ela ter pedido o divórcio.

Nos documentos relacionados à prisão, Brooke afirma que o astro de Platoon, Wall Street - Poder e Cobiça e Comando Imbatível derrubou-a e prendeu-a à cama.

O ator de 44 anos negou ter ameaçado estrangular sua mulher ou ameaçá-la com uma faca.

Ex-policiais

De acordo com o boletim de ocorrência, durante o ataque Sheen teria dito: “É melhor você ter medo. Se você contar para alguém, eu vou te matar”.

“Eu tenho ex-policiais que eu posso contratar e que sabem como fazer o trabalho e que não vão deixar rastros”, teria afirmado o ator, segundo o relato da mulher.

Sheen disse às autoridades policiais que os dois haviam trocado tapas e que ele havia arrancado os óculos da mulher, mas negou tê-la ameaçado de morte.

Ele disse ter ficado “muito aborrecido com essa ameaça (de divórcio) por causa de experiências anteriores”.

Custódia

Sheen teve um divórcio complicado e travou uma batalha pela custódia dos filhos com a ex-mulher, Denise Richards.

Após Brooke ter chamado a polícia, uma ambulância foi mandada para a casa do casal, mas ninguém foi levado para o hospital.

A polícia disse no sábado que o ator está sendo investigado por agressão, ameaça e ferimento criminoso. Ele foi libertado após pagar uma fiança de US$ 8.500 (cerca de R$ 14.820).

Charlie Sheen é filho do também ator Martin Sheen e irmão do ator e diretor Emílio Estevez.

Ele se casou com Brooke Mueller em 2008, e em março deste ano nasceram os dois filhos gêmeos do casal.

Notícias relacionadas