Chinês ganha R$ 2,5 mil por denunciar sites pornôs

Estudantes chineses acessam a internet
Image caption A China tem cerca de 340 milhões de internautas

Um estudante chinês recebeu o equivalente a R$ 2,5 mil do governo após participar de uma competição criada pelas autoridades para combater sites com conteúdo pornográfico no país.

De acordo com o jornal Beijing News, o estudante, que não foi identificado, é residente da província de Shanxi, no centro-leste do país. Ele ganhou o prêmio por denunciar 32 sites pornográficos às autoridades chinesas.

Autoridades de dez municípios e províncias participam da competição, que dá prêmios de até 10 mil yuans (cerca de R$ 2,5 mil) para aqueles que denunciarem sites considerados “ilegais”.

Somente no primeiro mês da campanha (entre 4 de dezembro e 4 de janeiro), mais de 62 mil sites com conteúdo pornográfico já foram denunciados pelos internautas chineses.

O vencedor do prêmio máximo oferecido pelo governo da China afirmou que teve os estudos prejudicados por causa da pornografia na rede.

“No passado, eu tirava notas boas o suficiente para entrar em uma boa universidade. Mas, por causa da influência da pornografia na internet, eu só consegui entrar em uma escola profissionalizante”, disse ele ao Beijing News.

A internet se expandiu com rapidez na China, apesar da rigidez do governo sobre o uso da rede no país.

O país já tem a maior população online do mundo, estimada em 340 milhões de usuários.

Notícias relacionadas