Religião

Australiana diz ter sido curada de câncer por milagre de freira

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

A australiana Kathleen Evans falou em público pela primeira vez desde que diz ter sido curada de um câncer inoperável por um milagre, no início dos anos 90.

De acordo com o Vaticano, esse foi o segundo milagre da freira Mary MacKillop, que será a primeira santa australiana.

Kathleen havia recebido a notícia de que tinha apenas meses de vida em 1993.

Ela diz ter passado a usar um amuleto com a foto da freira Mary MacKillop na esperança de ser milagrosamente curada. Menos de um ano depois, o câncer havia desaparecido.

Mary MacKillop foi uma freira de personalidade forte que nasceu no século 19.

Ela se desentendeu com seus superiores e chegou a ser excomungada da Igreja durante um período.

Mas Mary ficou mais conhecida por sua compaixão com os necessitados.

O Vaticano aprovou sua santificação ao considerar a cura de Kathleen Evans como o segundo milagre da freira.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.