japão

Japoneses gastam mais de R$ 18 bi por ano em cuidados com cães; veja

GALERIA DE FOTOS: JAPÃO E SEUS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO

Uma consultoria japonesa, a JPR Corporation, informou que os japoneses gastam um trilhão de ienes por ano (quase R$ 18 bilhões) com seus bichos de estimação.

Os gastos não se resumem apenas a veterinários. De acordo com o correspondente da BBC no país, Roland Buerk, um exemplo destes altos gastos está nos salões de beleza para cães.

Num salão de Shirokane, por exemplo, os donos de cães gastam cerca de 9450 ienes (cerca de R$ 177) por uma sessão de banho e tosa.

Os gastos com roupas também são altos. Além das roupas para proteger os cães dos frios, os japoneses também investem em tradicionais quimonos de Ano Novo, só que para cachorro.

De acordo com vendedores das pet shops os cães são vestidos com estes quimonos e aparecem nas fotos usadas pelas famílias em cartões de Boas Festas.

Além de roupas, o mercado de acessórios para os pets também está em crescimento, apesar da crise econômica que atingiu o país. Os donos podem escolher entre faixas para cabeça, prendedores de pelos e até colares para os cães.

Buerk afirma que é comum observar nas ruas do Japão cães sendo levados em carrinhos de bebê. E a baixa taxa de natalidade o país significa que os cães devem superar o número de crianças abaixo de dez anos.

Mesmo os que não tem espaço em seus apartamentos para manter um bicho não ficam fora do mercado. Para estes a alternativa é "alugar um bicho". Em locais como a Cat Magic, em Shinjuku, os japoneses gastam mil ienes (quase R$ 18) para passar uma hora na companhia de um gato.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.