Comediante atravessa Manhattan carregado por estranhos

Mark Malkoff sendo carregado
Image caption Mark Malkoff foi carregado por 155 pessoas

O comediante americano Mark Malkoff saiu em missão para mostrar que a fama de antipáticos dos nova-iorquinos é injusta.

Num dos dias mais frios do ano, ele se propôs a atravessar a ilha de Manhattan do sul ao norte sendo carregado por estranhos.

Ele convencia as pessoas na própria rua a ajudá-lo e a única regra era que seus pés não podiam tocar o chão. Malkoff planejava cruzar 220 quarteirões desta forma.

Ao todo, Malkoff foi carregado por 155 pessoas durante dois dias, atravessando 15,1 quilômetros da cidade.

Image caption A única regra do comediante é que ele não podia tocar o chão

“O que muita gente não sabe é que é bastante desconfortável ser carregado”, disse o comediante, afirmando que seu corpo estava doendo no fim da experiência.

Quando ninguém se oferecia para carregá-lo, Malkoff usava o Twitter para tentar arregimentar candidatos.

“Enquanto fui tocado em vários lugares diferentes por completos estranhos, o que mais me tocou foi a generosidade de todo mundo”, disse ele.

Image caption Ao fim de dois dias, comediante disse que seu corpo estava doendo

Em projetos anteriores, Malkoff morou na loja de móveis Ikea durante uma semana, enquanto seu apartamento era descupinizado.

Em outra ocasião, ele visitou – e consumiu algo – em todas as 171 lojas da rede Starbucks de Manhattan em um dia.

Notícias relacionadas

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet