Ucrânia promete eliminar urânio altamente enriquecido até 2012

O presidente dos EUA, Barack Obama, e da Ucrânia, Viktor Yanukovych. Foto AP
Image caption Obama disse que a decisão da Ucrânia é um passo histórico

A Ucrânia decidiu eliminar seu estoque de urânio altamente enriquecido – do tipo usado para produzir armas nucleares – até 2012, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira em Washington.

O anúncio foi feito por autoridades ucranianas e americanas após um encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e da Ucrânia, Viktor Yanukovych, antes do início da cúpula de segurança nuclear na capital americana.

“O presidente Yanukovych anunciou a decisão ucraniana de se livrar de todo seu estoque de urânio altamente enriquecido até a próxima cúpula”, afirmaram os dois líderes em comunicado.

Segundo o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, Obama “elogiou a decisão, considerando-a um passo histórico e uma reafirmação da liderança da Ucrânia em segurança nuclear e não-proliferação”.

Precedente

De acordo com o analista da BBC para assuntos diplomáticos Jonathan Marcus, o anúncio do governo ucraniano é exatamente o tipo de notícia que Obama queria ouvir antes da cúpula desta semana.

Marcus afirma que o acordo da Ucrânia abre um precedente que Obama quer ver outros países seguirem.

Leia mais na BBC Brasil: Adesão da China a sanções contra Irã pode isolar Brasil

Logo após o anúncio da decisão ucraniana sobre a eliminação do estoque de urânio, o presidente Obama expressou apoio ao compromisso da Ucrânia com reformas econômicas.

Em comunicado, o presidente Yanukovych afirmou que os desafios econômicos do país seriam tratados com reformas sistêmicas e a retomada da cooperação do país com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

No ano passado, o FMI suspendeu um pacote de US$ 16 bilhões à Ucrânia após uma polêmica sobre os gastos do governo em programas sociais.

Links de internet relacionados

A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos de internet