Grã-Bretanha

Assaltante armado é rendido a cadeiradas em casa de apostas

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Um apostador rendeu um assaltante armado que ameaçava atirar dentro de uma casa de apostas em Burley, nos arredores da cidade de Leeds, na Grã-Bretanha.

O judoca Martin Richardson, de 38 anos, jogava nas máquinas de caça-níqueis da William Hill em 28 de janeiro quando o assaltante Azar Sulman, de 20 anos, invadiu a loja vestindo uma máscara e brandindo uma réplica de uma pistola.

Aparentemente sem saber que se tratava de uma réplica, Richardson, armado com uma cadeira metálica, partiu para cima dele e o imobilizou até a chegada da polícia.

Os acontecimentos foram narrados no tribunal de Leeds, que condenou o criminoso a seis anos de prisão pela tentativa de assalto a mão armada em janeiro e a outros seis anos por dois furtos entre novembro de 2009 e janeiro deste ano.

No entanto, as sentenças devem ser cumpridas concomitantemente.

Recompensa

O juiz Scott Wolstenholme recompensou Richardson por suas ações pelo bem comum com 250 libras esterlinas (cerca de R$ 648). A polícia da região e a associação britânica dos agentes de apostas também devem homenagear o apostador por sua bravura.

Pouco antes do fechamento da loja, Azar Sulman invadiu a loja, enquanto Richardson jogava em uma máquina de caça-níqueis.

O bandido obrigou o caixa a lhe dar todo o dinheiro, mas foi impedido de deixar a loja por Richardson.

Só depois do incidente que a polícia descobriu que a arma do criminoso não era verdadeira.

A polícia divulgou declarações afirmando que nunca incentivam a população a ser arriscar em tentativas de impedir a ação de pessoas armadas, mas elogiou a bravura de Richardson, que "claramente ajudou a polícia a capturar um assaltante armado reincidente e a interromper os seus crimes".

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.