Sede da Igreja Católica passa por blitz na Bélgica por denúncia de abusos sexuais

Image caption A polícia isolou a sede da Igreja Católica na Bélgica

A polícia da Bélgica realizou nesta quinta-feira uma operação de busca e apreensão no Palácio do Arcebispo de Mechelen-Bruxelas, sede da Igreja Católica do país, e em outros dois locais por suspeita de abuso sexual de menores por parte de membros do clero.

A polícia esteve também na casa do arcebispo aposentado Godfried Danneels, que até o início do ano era o líder da Igreja Católica na Bélgica.

A Bélgica é um dos países europeus onde a Igreja enfrenta denúncias de abuso sexual, e um inquérito vem correndo no país há anos.

Em abril, o então bispo da cidade de Bruges, Roger Vangheluwe, deixou o cargo após admitir ter abusado de um garoto no início de sua vida como religioso.

Na época, o arcebispo de Mechelen-Bruxelas, Andre-Joseph Leonard, disse que a medida mostrava que a Igreja estava decidida a “virar a página de um capítulo doloroso”.

Notícias relacionadas