Itália prende 300 em operação contra máfia do sul do país

Domenico Oppedisano
Image caption Domenico Oppedisano foi preso na região da Calábria

A Polícia da Itália anunciou a prisão nesta terça-feira cerca de 300 pessoas, entre eles um grande chefe da máfia, em uma das maiores operações contra o crime organizado já realizadas no país.

O alvo da operação foi a máfia na região da Calábria, sul do país, conhecida como ‘Ndrangheta.

A polícia disse que um dos suspeitos detidos é Domenico Oppedisano, de 80 anos, que seria o chefe da ‘Ndrangheta. O responsável pelas operações da organização em Mião também teria sido preso.

Os detidos estão sendo acusados de crimes como assassinato, extorsão e tráfico de drogas e de armas.

Lombardia

De acordo com o correspondente da BBC em Milão Mark Duff, as prisões desta terça-feira foram feitas por três mil policiais e outros membros das forças de segurança italianas.

Muitas das prisões foram feitas no rico norte da Itália, onde há muitos imigrantes da Calábria.

Duff disse que a ‘Ndrangheta é uma das menos conhecidas organizações criminosas e é considerada a mais perigosa devido à violência de seus membros e ao segredo que a cerca.

As prisões também seriam um sinal de que a organização se infiltrou na economia da Lombardia, a região onde fica Milão, disse o correspondente.

Notícias relacionadas