Sete bancos europeus são reprovados em teste de resistência a crises

Centro financeiro de Frankfurt, Alemanha (foto: AP)
Image caption Um total de 91 bancos em toda a Europa foram avaliados

O Comitê de Supervisores dos Bancos Europeus anunciou nesta sexta-feira que sete dos 91 bancos europeus submetidos a testes para verificar a resistência deles a uma crise financeira fracassaram.

Os testes procuraram avaliaram se os bancos em toda a Europa precisariam levantar mais capital para conter perdas futuras, no caso de uma recessão.

Entre os que não passaram no teste estão cinco pequenos bancos espanhóis regionais, Diada, Espiga, Bianca Civica, Unmin e Cajasur. Os outros dois reprovados foram o alemão Hypo Real Estate e o grego ATEBank.

Por outro lado, todos os grandes bancos europeus passaram no teste. Os quatro maiores bancos britânicos, o RBS, Lloyds, HSBC e Barclays, estavam entre os bancos que foram testados.

A Autoridade britânica de Serviços Financeiros já havia divulgado uma declaração afirmando que esperava que os bancos britânicos fossem aprovados nos testes.

Segundo o comentarista de Economia da BBC Robert Peston, os líderes europeus esperam que o resultado dos testes ajude a restaurar a confiança nos bancos da região.

Entretanto, alguns críticos já questionaram se os testes aos quais às instituições foram submetidas foram ou não suficientes.

Notícias relacionadas