BP diz que já pode diminuir operações de limpeza no Golfo

Bob Dudley
Image caption Dudley disse que a empresa limpará o Golfo por anos

A petroleira britânica BP considera que já pode diminuir partes da operação de limpeza do vazamento no Golfo do México, disse nesta sexta-feira o futuro presidente-executivo da empresa, Bob Dudley.

Praticamente nenhum petróleo vazou para as águas da região desde 15 de julho quando a empresa colocou uma tampa sobre o poço localizado a cerca de 1,5 mil metros de profundidade.

"Vocês vão ver evidências de uma diminuição nos esforços porque temos barragens pela costa desde a Flórida até a Louisiana", disse ele.

"E onde não há mais petróleo nas praias provavelmente não serão mais necessárias pessoas vestindo trajes Hazmat", disse ele referindo-se às vestimentas especiais para a limpeza de materiais tóxicos.

Vocês vão ver esse tipo de diminuição mas de forma nenhuma em termos de comprometimento”, completou.

Comprometimento

Dudley disse que o comprometimento da empresa em combater os danos causados ao meio-ambiente vão continuar.

"Permaneceremos aqui por anos", disse ele.

A próxima etapa do trabalho para conter o vazamento deve ocorrer na terça-feira, com o lançamento de lama e cimento sobre o poço para auxiliar na vedação.

Em meados de agosto deve estar pronto um outro poço, construído próximo ao que vaza, para conter de forma definitiva o vazamento.

No dia 20 de abril a plataforma Deepwater Horizon explodiu, matando 11 pessoas e jorrando milhões de litros de petróleo no mar no que está sendo considerado o pior desastre ambiental da história dos Estados Unidos.

Notícias relacionadas