Comportamento

Médica faz vestidos com material hospitalar reciclado

  • (Criação: Laura Beard / Foto: Gemma Geskins)
    A médica Laura Beard mostrou sua veia de estilista com este vestido feito de camadas de esparadrapo. (Fotos: Gemma Geskins)
  • (Criação: Laura Beard / Foto: Gemma Geskins)
    Beard desenhou as peças para ajudar organizações de caridade da área de saúde. Aqui ela reaproveita 200 toucas cirúrgicas.
  • (Criação: Laura Beard / Foto: Gemma Geskins)
    Neste vestido ousado, Beard usa máscaras plásticas que protegem a equipe médica de respingos.
  • (Criação: Laura Beard / Foto: Gemma Geskins)
    Este conjunto de short e cauda é feito com as batas dos médicos. O 'fashion show' foi realizado dentro de uma faculdade de medicina.
  • (Criação: Laura Beard / Foto: Gemma Geskins)
    Neste vestido, mais de 400 luvas de diversas tonalidades foram usadas para criar um degradê.

Vestidos feitos com material hospitalar foram apresentados em uma exposição de moda, realizada para angariar fundos para organizações de caridade da área de saúde.

As vestimentas, ricas em detalhes, não foram elaboradas por uma estilista profissional, mas pela médica Laura Beard, e dentro do tema do evento: hospitais e centros cirúrgicos.

Beard criou os vestidos usando material hospitalar sobre uma base de espartilhos, para dar sustentação às peças.

Para fazer um vestido longo, a médica estilista reaproveitou cerca de 200 toucas usadas na sala de cirurgia pela equipe médica.

Em outro, foram usadas mais de 400 luvas de diferentes tonalidades de azul.

Para um tomara-que-caia, Beard sobrepôs diversas camadas de esparadrapo sobre uma armação leve – o vestido tem até uma rosa feita com o mesmo material.

Entre as criações estão também um conjunto de short e cauda, feito com as batas dos médicos e um vestido curto criado com máscaras plásticas.

As peças foram retratadas pela amiga de Beard e fotógrafa Gemma Gaskins, em um ensaio feito dentro de uma sala de cirurgia.

Os recursos levantados com o fashion show foram destinados a organizações de assistência a pessoas com demência e a crianças doentes.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.