Ferrari faz recall de 1,2 mil carros que pegam fogo

O dono desta Ferrari notou o fogo quando dirigia em Paris (foto: SWNS)
Image caption O dono desta Ferrari notou o fogo quando dirigia em Paris

A Ferrari anunciou nesta quarta-feira em um comunicado oficial que vai recolher todos os 1.248 carros da linha 458 Italia fabricados este ano, depois de uma série de acidentes em que os automóveis de luxo se incendiaram sem motivo aparente.

Incidentes do tipo ocorreram em pelo menos quatro países: Estados Unidos, França, Suíça e China.

A montadora italiana anunciou que uma equipe de engenheiros foi enviada para investigar os casos em cada país. Eles chegaram à conclusão de que o problema estaria na cola usada durante a montagem de frisos na roda dos carros.

"O aquecimento do veículo derrete a cola. Em casos extremos, ela atinge a descarga do carro e pega fogo", disse um porta-voz da empresa à BBC.

Carro novo

Os carros defeituosos foram produzidos de janeiro a julho deste ano e deverão ser devolvidos à empresa para reparos.

A Ferrari declarou que os donos dos automóveis destruídos devem receber um novo veículo.

Nos veículos que não tiveram problemas, serão feitas modificações nas peças, com prendedores mecânicos no lugar de cola.

O modelo 458 Italia custa cerca de US$ 260 mil (quase R$ 466 mil).

Novos carros do modelo serão vendidos a partir de setembro já com o problema solucionado.

Notícias relacionadas