Agência americana faz alerta sobre transporte de bateria de lítio em aviões

Bateria de lítio
Image caption Bateria de lítio costumam ser usadas em equipamentos eletrônicos portáteis

A agência da aviação dos Estados Unidos divulgou nesta sexta-feira um comunicado alertando para o perigo de se transportar baterias de lítio em aviões de carga.

Segundo a Autoridade Federal de Aviação (FAA, na sigla inglês), as baterias são sensíveis ao calor e podem provocar um incêndio se submetidas a aumentos bruscos de temperaturas.

Esse tipo de bateria costuma ser usado em equipamentos eletrônicos portáteis, como notebooks, celulares e tocadores de MP3.

A advertência, no entanto, não se aplica a baterias carregadas por passageiros - já é proibido carregar grandes quantidades dessa barreira em aviões de linha.

Acidente em Dubai

A FAA afirmou ainda que o Boeing 747 que caiu em Dubai em setembro carregava um grande número de baterias de lítio.

“Investigações sobre o acidente ainda estão em curso, mas acreditamos ser prudente informar os operadores sobre esse fato”, afirmou o órgão no comunicado.

“Containeres de metal não foram construídos para resistir um incêndio provocado por lítio”, alertou a agência.

A agência de aviação americana quer que empresas de transporte aéreo adotem medidas de segurança mais rígidas durante o transporte de baterias de lítio e garantam que elas estão armazenadas em locais resistente ao fogo.

O departamento de Transporte dos Estados Unidos já propôs uma lei para reduzir o risco de incêndio provocado por essas baterias.

Notícias relacionadas