Rio Negro atinge nível mais baixo já registrado

O rio Negro atingiu neste domingo, em Manaus (AM), o nível de 13,63 cm. Este é o recorde de baixa do rio desde 1902, quando foi iniciado o monitoramento da descida das águas.

A medição ficou um centímetro abaixo do recorde anterior, de 13,64 cm, registrado em 1963.

O rio Negro é o segundo maior do mundo em volume de água - atrás apenas do rio Amazonas, do qual é o maior afluente.

A seca na região Norte levou pelo menos 37 dos 62 municípios do Estado do Amazonas a decretar estado de emergência. Algumas comunidades ribeirinhas já estão isoladas devido à estiagem nos rios.

Já o rio Solimões, localizado no oeste do Estado, voltou a subir depois de ter atingido, no último dia 11, a marca de -86 cm, recorde baixa desde o início das medições, em 1982.

O Ministério da Integração Nacional já autorizou o repasse de R$ 23 milhões para as localidades atingidas pela seca.