Confira reações à eleição de Dilma Rousseff no mundo

Líderes brasileiros e mundiais comentaram neste domingo a eleição de Dilma Rousseff (PT) para a Presidência do Brasil.

No segundo turno da eleição, realizado neste domingo, a petista obteve 56% dos votos válidos, contra 44% de José Serra (PSDB). Apoiada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ela será a primeira mulher a assumir a Presidência do Brasil.

Confira algumas das repercussões:

Barack Obama, presidente dos Estados Unidos

Em telefonema, o presidente dos Estados Unidos parabenizou Dilma por sua “vitória histórica” e elogiou o povo brasileiro “por sua fé e seu compromisso com a democracia”.

Segundo nota da Casa Branca, Obama também ressaltou “a excelente relação de trabalho entre os Estados Unidos e o Brasil e seu compromisso em aprofundar essa cooperação e explorar novas áreas de colaboração”.

Obama disse a Dilma que “espera encontrá-la em breve” e quer trabalhar de maneira mais próxima em áreas como energias limpas, crescimento global, assistência à reconstrução do Haiti e outras questões de importância global.

Leia mais na BBC Brasil sobre a reação de Obama à eleição de Dilma

Juan Manuel Santos, presidente da Colômbia

Santos também felicitou Dilma nesta segunda-feira por meio de um telefonema.

"O Brasil é, sem dúvida, um parceiro fundamental não somente para a Colômbia, mas para a região e para o mundo, neste momento em que estamos certos de que será a década da América Latina", disse Santos.

Fernando Lugo, presidente do Paraguai

Lugo disse nesta segunda-feira que a eleição de Dilma "beneficiará muito o Paraguai", segundo afirmou o ministro da Justiça do país, Humberto Blasco.

Para Lugo, a vitória da petista é a "garantia de que as negociações com o Brasil em relação à hidrelétrica de Itaipu vão continuar", como declarou o secretário da Presidência, López Perito.

"O presidente espera que, após a posse de Dilma, sejam retomadas todas as conversações (bilaterais, destacando-se Itaipu)", afirmou. Segundo López Perito, a eleição de Dilma é "motivo de alegria para todos os paraguaios".

Evo Morales, presidente da Bolívia

O presidente boliviano, Evo Morales, qualificou de "triunfo da democracia latino-americana" a eleição de Dilma, segundo a Agência Boliviana de Informação (ABI).

No domingo, o mandatário boliviano teria seguido o noticiário sobre o pleito brasileiro "com atenção", de acordo com a ABI.

Hugo Chávez, presidente da Venezuela

"Irmã, companheira, bem-vinda a este clube."

"Você vem de longe, companheira, te conheço. Sabemos de onde você vem, da batalha pelo Brasil, da batalha dura. Uma mulher patriota."

"Ela se converterá, como a Cristina (Kirchner), em uma gigante."

Leia mais na BBC Brasil sobre a reação de Chávez à eleição de Dilma

Cristina Fernández de Kirchner, presidente da Argentina

A presidente da Argentina telefonou a Dilma para felicitá-la pela vitória e para das as boas vindas ao “clube das companheiras de gênero”.

Segundo a agência oficial de notícias Télam, Cristina também falou com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para felicitá-lo pelo desempenho do Partido dos Trabalhadores e para agradecer pelo papel desempenhado pelo Brasil na América Latina.

Mauricio Funes, presidente de El Salvador

"Hoje se cumpriu uma jornada inesquecível para o povo brasileiro, que elegeu pela primeira vez em sua história uma mulher para dirigir os destinos dessa grande nação”.

“Em meu nome, no da primeira-dama da República, minha querida esposa Vanda, e de meu filho Gabriel, que é também cidadão brasileiro, assim como em nome do povo e do governo de El Salvador, faço chegar nossas felicitações e demonstrações de afeto”.

Aníbal Cavaco Silva, presidente de Portugal

O presidente de Portugal felicitou Dilma pela eleição e disse que isso representará “uma renovada oportunidade” para o aprofundamento das relações bilaterais.

Cavaco Silva disse ainda esperar uma visita de Rousseff a Portugal ‘brevemente’ e que espera a prosperidade e o progresso do “povo irmão brasileiro”.

Nicolas Sarkozy, presidente da França

"Esta vitória demonstra o reconhecimento do povo brasileiro pelo trabalho considerável que ela tem desenvolvido com o presidente Lula para o Brasil tornar-se um país moderno e mais justo. Ela também traduz a confiança que o povo brasileiro deposita nela para prosseguir e aprofundar esse riquíssimo e alentado projeto. Nesta caminhada, o presidente da República garante à senhora Dilma Rousseff que poderá continuar contando com a amizade e o apoio indefectíveis da França."

José Luiz Zapatero, primeiro-ministro da Espanha

"Seguiremos trabalhando para que as relações entre nossos dois países continuem em um nível magnífico."

Mahmoud Ahmadinejad, presidente do Irã

"Tenho confiança de que o Brasil seguirá progredindo e se desenvolvendo rapidamente durante seu mandato", disse Ahmadinejad, em carta enviada a Dilma Rousseff, segundo informou a agência estatal de notícias Irna nesta segunda-feira.

Leia mais na BBC Brasil: Ahmadinejad parabeniza Dilma e diz querer ‘aprofundar’ relação com Brasil

Costa Rica

"A Costa Rica oferece seu mais caloroso reconhecimento ao povo brasileiro, que uma vez mais deu mostras de sua comprovada vocação pela liberdade democrática", diz comunicado do Ministério de Relações Exteriores. "Costa Rica e Brasil compartilham agora a feliz coincidência histórica de serem governados por duas mulheres, após a eleição da presidente Laura Chinchilla Miranda, que assumiu o governo em maio passado."

Notícias relacionadas