Após derrota nas urnas, Obama convoca reunião com líderes do Congresso

Barack Obama
Image caption Obama reivindicou responsabilidade por derrota dos democratas

Depois de seu partido perder a maioria na Câmara dos Representantes (deputados federais) nas eleições legislativas desta semana, o presidente Barack Obama convocou nesta quinta-feira líderes democratas e republicanos no Congresso para uma reunião na Casa Branca.

Foram chamados para o encontro, no dia 18 de novembro, o líder republicano na Câmara, John Boehner, que deverá assumir a presidência da Casa após a conquista da maioria pelos republicanos, e a atual presidente, a democrata Nancy Pelosi.

Também participam os líderes dos dois partidos no Senado (onde o partido de Obama perdeu algumas cadeiras, mas conseguiu manter a maioria): o democrata Harry Reid e o republicano Mitch McConnell.

“Eu quero conversar bastante com eles sobre como podemos avançar nos temas que interessam aos americanos”, disse Obama. “Não vai ser apenas uma oportunidade de foto.”

Aniversário

Exatamente dois anos após ter sido eleito com a promessa de mudança e esperança, o presidente americano reconhece que muitos americanos estão descontentes com os rumos de seu governo, e se prepara para enfrentar dificuldades no Congresso na segunda metade de seu mandato.

Com a perda da maioria democrata, o presidente terá mais dificuldade em aprovar propostas e também em resistir às investidas republicanas para reverter algumas de suas políticas, como as reformas da saúde e do setor financeiro.

Antes mesmo de assumir a presidência da Câmara, Boehner já avisou que seu partido pretende desfazer a reforma da saúde – considerada o projeto mais importante aprovado nos dois primeiros anos do governo Obama.

Na quarta-feira, em entrevista coletiva, Obama assumiu sua responsabilidade pela derrota dos democratas na Câmara e pelo que definiu como uma “profunda frustração” dos americanos com o ritmo lento da recuperação econômica do país.

Leia mais na BBC Brasil sobre as declarações de Obama

‘Lame duck’

Os novos congressistas eleitos nesta semana assumirão suas vagas em janeiro.

Até lá, o Congresso entra no período chamado nos Estados Unidos de “lame duck” (“pato manco”, em tradução livre), ou seja, quando novos parlamentares já foram eleitos, mas ainda não assumiram seus mandatos.

Obama disse que, até janeiro, é crucial criar uma “relação de trabalho melhor” entre a Casa Branca e os novos líderes no Congresso.

Na reunião, Obama deverá tratar de medidas econômicas, cortes de impostos e benefícios para desempregados, temas sobre os quais os dois partidos têm posições divergentes.

Segundo o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, após a reunião de trabalho, o presidente e os líderes congressistas participarão de um jantar.

Notícias relacionadas