Em discurso, Lula diz que eleição de Dilma é vitória contra o preconceito

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez na noite desta sexta-feira um pronunciamento em cadeia nacional, no qual afirmou que eleição de Dilma Rousseff foi uma vitória contra o preconceito no país.

"Tenho consciência do imenso simbolismo desse ato. Ele proclamará ao mundo inteiro que somos um país que aprendeu, a duras penas, que não há preconceito que não possa ser vencido e superado pela tenacidade do povo".

Para o presidente, a eleição da primeira mulher presidente do Brasil mostra que “ninguém é melhor que ninguém”.

“Não importam as diferenças de origem social, sexo, sotaque ou fortuna. Somos todos brasileiros. E todos devem ter oportunidades iguais.”

Lula também elogiou o processo eleitoral no país, que classificou como uma “festa democrática que fez o coroamento de um processo eleitoral que mobilizou o país durante meses” e gerou um “amplo debate nas ruas, escolas, trabalhos, TVs e internet”.

Durante seu discurso de quatro minutos, o presidente afirmou ser necessário “qualificar o debate político” para fazer o país avançar mais rapidamente e pediu que integrantes do governo e da oposição de respeite mutuamente.

Na opinião de Lula, os escolhidos para governar devem ter a liberdade de escolher suas equipes e os escolhidos para ficar na oposição devem ter a liberdade de criticar o governo.