China

Incêndio em prédio de apartamentos mata 42 em Xangai

Para executar este conteúdo em Java você precisa estar sintonizado e ter a última versão do Flash player instalada em seu computador.

Executar com Real Media Player OU Windows Media Player

Um incêndio destruiu um arranha-céu na cidade chinesa de Xangai nesta segunda-feira, deixando pelo menos 42 pessoas mortas, de acordo com a agência de notícias estatal do país.

A agência Xinhua afirma que pelo menos outras 90 pessoas ficaram feridas quando as chamas atingiram o edifício residencial de 28 andares.

O prédio estava sendo reformado quando o incêndio teve início. A TV chinesa mostrou pessoas se agarrando a andaimes tentando fugir do fogo.

Mais de 60 bombeiros trabalharam por horas para conter as chamas.

Não está clara a causa do incêndio, mas testemunhas dizem que o fogo começou em materiais de construção e as chamas se alastraram rapidamente pelos andaimes.

Sobreviventes do incêndio procuram parentes em hospitais da cidade.

"Todos os meus parentes e amigos foram levados para diferentes hospitais. O que posso fazer, como posso me acalmar?", perguntou um morador do edifício.

"Só tenho uma coisa a dizer: que o Partido Comunista venha e nos ajude sem demora", disse ele.

O edifício abrigava 156 famílias no total, entre eles, professores e funcionários públicos aposentados.

A TV de Xangai disse que sobreviventes foram evacuados para um estádio nas proximidades.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.