Cultura

Mural de Portinari na ONU fará giro pelo mundo e passará pelo Brasil

Galeria de fotos: Mural de Portinari na ONU fará turnê

  • Murais de Portinari no prédio da ONU (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    Os dois painéis que compõem o mural 'Guerra e Paz', de 14 m de altura por 10 m de largura, pintados por Cândido Portinari, foram removidos do prédio da ONU, em Nova York, para manutenção e para fazer um giro internacional.
  • Portinari pintando seu mural em 1955 (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    Portinari, um dos artistas mais importantes do Brasil, foi contratado pelo governo brasileiro para pintar os murais em 1955. Realizados a óleo sobre madeira compensada naval, os murais levaram nove meses para serem finalizados. Foram doados pelo Brasil à então recém-inaugurada sede da ONU.
  • O painel Paz (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    Os painéis representam a guerra e a paz (mostrada aqui). Eles ficam um de frente para o outro na entrada das delegações na Assembleia Geral da ONU.
  • O painel Guerra (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    Ambos os painéis são compostos de 14 placas de 5 m por 2,2 m. O painel 'Guerra' não mostra armas, mas o sofrimento de pessoas afetadas por conflitos.
  • Cândido Portinari (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    Os painéis foram entregues à ONU em 1957. Por seu envolvimento com o Partido Comunista, Portinari não foi convidado para a inauguração nos Estados Unidos.
  • Murais sendo instalados em 1957 (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    O mural foi instalado no mesmo ano, mas Portinari, que morreu em 1962, não chegou a vê-los na ONU. Agora, eles estão sendo removidos no momento em que o prédio da ONU passa por reforma. O mural fará um giro por vários países e pelo Brasil.
  • Murais na ONU (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    O então secretário-geral da ONU, Dag Hammarskjoeld (à esq.), observa os painéis ao lado do embaixador do Brasil na ONU, Cyro de Freitas Valle (centro).
  • João Portinari (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    João Portinari, filho do artista, diz que os murais 'trazem à tona fortes memórias de minha juventude e dos valores defendidos pelo meu pai'.
  • Ilustração de como ficaria a exposição dos murais no Teatro Municipal do Rio (Foto cedida pela ONU à BBC News)
    As obras devem ficar expostas no Teatro Municipal carioca na segunda quinzena de dezembro (acima, imagem ilustrativa da exposição). Segundo o Projeto Portinari, a intenção é expor os murais em Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Oslo, Paris, Nova York, Hiroshima e Genebra.

Os dois painéis que compõem o mural Guerra e Paz, criado pelo artista brasileiro Cândido Portinari (1903-1962) para o prédio das Nações Unidas, em Nova York, foram removidos do local e embarcados rumo ao Brasil, onde passarão por restauração completa e serão expostos.

Segundo o Projeto Portinari, que cuida do acervo do artista, os painéis de 14 m por 10 m serão exibidos no Teatro Municipal do Rio de Janeiro na segunda quinzena de dezembro.

São planejadas exposições também no Museu Nacional de Brasília, em 2011, na Oca, em São Paulo, em 2013, e, depois, novamente no Rio de Janeiro.

No exterior, o plano é exibir as obras no Grand Palais em Paris, no Museu da Paz de Hiroshima (Japão), no Centro Europeu de Investigação Nuclear (Cern), em Genebra, na sede do Prêmio Nobel da Paz, em Oslo (Noruega), e no Moma, em Nova York.

Elas voltam à sede da ONU em 2013, quando acabar a reforma na sede da organização.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.