Brasil cria 2,4 milhões de empregos até outubro

O Ministério do Trabalho e Emprego anunciou nesta sexta-feira que o país criou 2,4 milhões de empregos em 2010 até o mês de outubro.

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), só em outubro foram abertas 204 mil vagas.

Com o resultado, faltam 93,7 mil empregos para que o ministério cumpra a previsão anual feita no início de 2010.

As vagas geradas até outubro já superam as criadas em 2009, ano que detém o recorde histórico na abertura de vagas, com 2,1 milhões de postos de trabalho inaugurados.

De acordo com o Caged, há 43,5 milhões de trabalhadores formais no país, dos quais 35,4 milhões gozam dos benefícios da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Os grupos representam, respectivamente, 45,6% e 37,1% da População Economicamente Ativa do país (95,38 milhões de pessoas em 2009, segundo a Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios).

"A economia continua aquecida e forte. Neste ritmo, com certeza alcançaremos a meta de 2,5 milhões de novos empregos criados em 2010", disse, após divulgar os dados, o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, segundo nota oficial.

De acordo com o ministério, entre todas as regiões do país, o Nordeste teve o melhor desempenho em outubro, com a criação de 53.291 vagas, recorde histórico para a região.