BBC investiga variações de expectativa de vida ao redor do mundo

A terceira parte da série Mundo de Extremos vai examinar a expectativa de vida. A idade na qual pessoas podem passar a esperar a morte varia enormemente ao redor do mundo - então o quanto isso afeta a forma com que as pessoas vivem suas vidas?

A expectativa de vida internacional varia de 83 anos no Japão para apenas 42 em Afeganistão e Zimbábue.

Em países mais desenvolvidos, a expectativa de vida vem aumentando de forma contínua desde a metade do século 20, devido principalmente ao aumento dos padrões de vida e da quase erradicação de doenças infecciosas em várias partes.

Especialistas afirmam que a tendência de viver mais deve continuar no mundo, e que se tornará mais comum pessoas com 100 ou mais anos. De acordo com projeções da ONU, a população centenária do planeta deve chegar a 2.2 milhões em 2050.

O Japão tem a população mundial mais velha - mais de 20% dos japoneses têm mais de 65 anos, e havia 44.449 centenários no país em setembro de 2010.

Um índice de qualidade de vida publicado pela Economist Intelligence Unit em 2010 colocava o Reino Unido, por exemplo, como melhor lugar para receber tratamento médico no fim da vida.

O índice observa um número de fatores que incluem expectativa de vida, gastos com saúde pública, assim como a percepção de como é o tratamento médico dispensados a pessoas no fim da vida em 40 países. A Índia teve o menor score.