No Afeganistão, Obama elogia 'sucesso' das tropas na luta contra o Taleban

Obama no Afeganistão
Image caption Visite de Obama ocorre um ano após aumento das tropas no Afeganistão

Durante uma visita surpresa ao Afeganistão, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, elogiou os militares americanos, dizendo que eles estão fazendo um importante progresso na luta contra os insurgentes.

“Nós podemos nos orgulhar do fato de hoje haver menos áreas sob o comendo do Taleban”, afirmou Obama em discurso na base aérea de Bagram.

O presidente também deveria se encontrar com seu colega afegão, Hamid Karzai. No entanto, o mau tempo poderia impedir a viagem de Obama até Cabul.

A visita acontece um ano após Obama ter ordenado o aumento de tropas no país – que ampliou em 30 mil o número de soldados em campo.

No entanto, a viagem também coincide com o último levantamento feito pelo Pentágono, que mostrou, há algumas semanas, que a violência no país atingiu o pico mais alto desde o início da guerra.

Nova fase

Em sua segunda visita ao país, Obama também disse aos soldados que “dias difíceis ainda estão por vir” no combate ao Taleban. “Mas vocês estão atingindo seus objetivos e vão ser bem-sucedidos nessa missão.”

Ele também disse que estava ansioso “por uma nova fase, que começará no ano que vem e marcará o início da transição no Afeganistão”.

O momento escolhido por Obama para visitar o país também está marcado por uma tensão entre os EUA e aliados do Afeganistão. Karzai reclamou das táticas do Exército americano e criticou a decisão de começar a retirada dos soldados em julho de 2011.

Vazado pelo Wikileaks, um telegrama escrito por uma autoridade americana afirmava que o líder afegão tinha uma visão paranoica do mundo.

Notícias relacionadas