Meio Ambiente

Documentário da BBC lista espécies mais surpreendentes descobertas no século 21

GALERIA DE FOTOS: ESPÉCIES DO SÉCULO 21

  • Preguiça-anã descoberta no Panamá (foto: L. Axelsson)
    Nos últimos dez anos cientistas descobriram cerca de 250 mil novas espécies e animais e plantas. Algumas foram mostradas em um documentário da BBC, como esta preguiça-anã (Bradypus pygmaeus) descoberta em uma ilha na costa do Panamá em 2001 (foto: L. Axelsson).
  • Grande água-viva vermelha (foto: M. Bari)
    Esta grande água-viva vermelha (Tiburonia granrojo) foi descoberta em 2003 a mais de 3 mil metros de profundidade no oceano Pacífico e com um metro de largura. Ao invés de tentáculos, esta água-viva tem braços para capturar alimentos (foto: M. Bari).
  • Peixe duende (foto: M. Bari)
    O peixe duende do pacífico foi visto pela primeira vez em 2004, quando foi encontrado preso em uma rede de pescadores. As esferas verdes são os olhos e eles podem virar até para cima, para que o animal possa ver suas presas através da cabeça transparente (foto: M. Bari).
  • Mussaranho elefante de cabeça cinza(foto: Francesco Rovero)
    Este mussaranho elefante de cabeça cinza (Rhyncocyon udzungwensis) foi descoberto no Parque Nacional Uzungwa, da Tanzânia, em 2006, pelo cientista italiano Francesco Rovero (autor da foto) e é muito maior que os outros mussaranhos, quase do tamanho de um coelho.
  • Tubarão que anda (foto: Gerry Allen/Conservation International)
    O tubarão-bambu ou tubarão que anda foi descoberto na Indonésia em 2006. Apesar de poder nadar, caso seja necessário, geralmente ele utiliza suas nadadeiras peitorais para se mover entre os recifes de corais da região (foto: Gerry Allen/Conservation International).
  • Bicho-pau, inseto  (foto: BBC)
    Este inseto, um enorme bicho-pau, foi descoberto na floresta tropical de Bornéu, compartilhada por Brunei, Indonésia e Malásia. É considerado o maior do mundo e chega a meio metro de comprimento. Pouco se sabe sobre ele, além de que o inseto vive na parte superior da floresta (foto: BBC).
  • Planta gigante das Filipinas (foto: Stewart Mcpherson)
    Esta planta gigante (Nepenthes palawanensis) foi descoberta em 2010 pelo cientista Stewart Mcpherson. A planta carnívora foi encontrada no topo de uma montanha na ilha de Palawan, nas Filipinas (foto: Stewart Mcpherson).
  • A lagartixa de Langkawi (foto: Giles Badger)
    A lagartixa de Langkawi (Cyrtodactylus macrotuberculatus) foi descoberta em 2008 na costa noroeste da Malásia, pelo cientista Lee Grismer. O réptil usa sua visão de grande alcance para capturar as presas durante a noite (foto: Giles Badger).

Nos últimos dez anos cientistas descobriram cerca de 250 mil novas espécies de animais e plantas.

O documentário da BBC, Decade of Discovery ("Década de Desberta", em tradução livre), relacionou as mais estranhas e surpreendentes espécies descobertas na primeira década do século 21.

Os documentaristas trabalharam em colaboração com a organização ambientalista Conservation International.

Entre as descobertas apresentadas está uma espécie de preguiça-anã (Bradypus pygmaeus), descoberta em uma ilha na costa do Panamá em 2001.

Outra espécie mostrada é a grande água-viva vermelha (Tiburonia granrojo), descoberta em 2003 a mais de 3 mil metros de profundidade no oceano Pacífico, que tem um metro de largura.

Na África foi descoberta uma nova espécie de mamífero, o mussaranho elefante de cabeça cinza (Rhyncocyon udzungwensis). O animal foi descoberto no Parque Nacional Uzungwa, da Tanzânia, em 2006, pelo cientista italiano Francesco Rovero e é muito maior que os outros mussaranhos, quase do tamanho de um coelho.

O tubarão-bambu ou tubarão que anda foi descoberto na Indonésia em 2006. Apesar de poder nadar, caso seja necessário, geralmente ele utiliza suas nadadeiras peitorais para se mover entre os recifes de corais.

A lagartixa de Langkawi (Cyrtodactylus macrotuberculatus) foi descoberta em 2008 na costa noroeste da Malásia, pelo cientista Lee Grismer. O réptil usa sua visão de grande alcance para capturar suas presas durante a noite.

Além destes, a equipe de documentaristas também elegeu insetos e plantas como as espécies mais interessantes descobertas nos últimos dez anos.

BBC © 2014 A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos.

Esta página é melhor visualizada em um navegador atualizado e que permita o uso de linguagens de estilo (CSS). Com seu navegador atual, embora você seja capaz de ver o conteúdo da página, não poderá enxergar todos os recursos que ela apresenta. Sugerimos que você instale um navegados mais atualizado, compatível com a tecnologia.