Lula promete a Lugo que Congresso aprovará mudança de pagamento por energia

A usina de Itaipu (arquivo)
Image caption Brasil triplicará pagamento ao Paraguai por energia não-utilizada

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu a seu colega paraguaio, Fernando Lugo, a garantia de que o Congresso brasileiro que toma posse em 1º de fevereiro aprovará o acordo que triplica o valor pago pelo Brasil ao país vizinho pela energia não-utilizada produzida na usina de Itaipu.

Atualmente, o Brasil paga cerca de US$ 120 milhões ao Paraguai para consumir uma parcela da eletricidade a que o país vizinho tem direito, mas não utiliza. Segundo acordo firmado entre os dois países em 25 de julho de 2009, o Brasil passará a pagar cerca de US$ 360 milhões por essa energia.

Os entendimentos que modificam o pagamento foram assinados em setembro do ano passado. No entanto, a matéria está parada no Congresso desde então, pois integrantes da oposição se opõem ao acordo.

A promessa feita por Lula a Lugo em uma reunião bilateral realizada na quinta-feira, em Foz do Iguaçu (PR), tem em vista a mudança no quadro do Legislativo, no qual a base do governo foi consideravelmente ampliada depois das últimas eleições.

O assessor da Presidência para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, acredita que a matéria será aprovada pelo Congresso logo no início da nova legislatura.

"Há a compreensão da base governamental de que a medida é de interesse do Brasil e da América do Sul", disse Garcia a jornalistas.

O vice-chanceler paraguaio, Jorge Lara Castro, afirmou que o Paraguai vê com "perplexidade" a demora na aprovação do tema pelo Congresso brasileiro.

No entanto, o diplomata disse que o clima da reunião entre Lugo e Lula foi de "cordialidade, respeito e compromisso no processo de integração" entre os dois países.

Image caption Lugo e Lula: clima de cordialidade

"Os governos assinalaram a importância de ter fundamentalmente uma nova relação bilateral entre os povos", disse Castro.

<b>Linha de transmissão</b>

Marco Aurélio Garcia também falou da construção da nova linha de transmissão de energia entre Itaipu e a região de Assunção, capital do Paraguai. Segundo o assessor do Planalto, as obras estão "avançando rapidamente".

A linha, anunciada em maio deste ano, será arcada pelo governo brasileiro, com um custo previsto de US$ 400 milhões (quase R$ 700 milhões).

Lula e Lugo participam nesta sexta-feira da 40ª Cúpula do Mercosul, em Foz do Iguaçu. Este será o último evento internacional do presidente brasileiro antes de deixar o cargo.

Na quinta-feira, além de receber o seu colega paraguaio, Lula também se reuniu com os presidentes do Suriname, Dési Bouterse, e do Uruguai, José Mujica.

Notícias relacionadas