Após quatro dias de caos, voos começam a ser normalizados na Europa

Máquina limpa neve do aeroporto de Heathrow
Image caption Acúmulo de neve no sábado foi de 13 cm em uma hora

Milhares de passageiros presos nos aeroportos e estações de trem europeus por causa do mau tempo devem conseguir embarcar nesta quarta-feira, embora ainda estejam previstos cancelamentos e atrasos.

A situação é pior na Grã-Bretanha, onde diversos aeroportos continuaram prevendo transtornos e linhas ferroviárias registram atrasos e cancelamentos.

Um dos aeroportos mais moventados do mundo, Heathrow, na Grã-Bretanha, diz que pretende operar dois terços dos voos, depois da reabertura de sua segunda pista de pousos e decolagens na terça-feira.

Entretanto, os passageiros continuam sendo aconselhados a só se dirigir ao aeroporto com a confirmação de seu voo.

"Todo mundo pensa que, com ambas as pistas abertas, a situação (em Heathrow) vai melhorar. Temo que os atrasos só piorarão hoje, com mais 60 mil passageiros (que não voarão)", disse à BBC o jornalista Simon Calder, editor do caderno de viagens do jornal <i>The Independent</i>.

O aeroporto tem sido criticado pela demora em limpar a neve que caiu no sábado, gerando em uma hora um acúmulo de 13 cm. A autoridade aeroportuária britânica, BAA, afirmou que investigará a conduta dos diferentes aeroportos para "tirar lições" da nevasca do fim-de-semana.

Outros importantes aeroportos britânicos, como Edimburgo, na Escócia, e Birmingham e Gatwick, na Inglaterra, alertaram para mais transtornos.

Na Escócia, a previsão é de mais temperaturas em torno dos 20 graus negativos. A neve continuou caindo no centro e no leste da Inglaterra, e no País de Gales.

No setor ferroviário, o trem Eurostar, que liga a Grã-Bretanha à França pelo Canal da Mancha, disse que operará 43 de suas 52 partidas diárias da estação de St. Pancras, em Londres.

Um especialista em transporte ferroviário criticou o grupo, afirmando que a direção do Eurostar deveria "se envergonhar" de não ampliar a oferta de trens.

<b>Resto do continente</b>

Os transtornos também afetaram aeroportos no resto da Europa. Em Frankfurt, o maior aeroporto alemão, cerca de 550 voos – de um total de 1,3 mil – foram cancelados na terça-feira.

Na França, cerca de 5 mil pessoas passaram a noite no aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, segundo o jornal <i>Le Monde</i>.

Na Suécia, cujo aeroporto é um dos mais equipados do mundo para lidar com a neve, os atrasos afetam principalmente os voos com destino à Grã-Bretanha.

A Comissão Europeia se disse "extremamente preocupada" com o nível de transtorno "inaceitável" causado pelo mau tempo.

Segundo o Conselho Internacional dos Aeroportos (ACI), a associação profissional de autoridades aeroportuárias europeias, 88% dos voos com saída ou destino na Europa estão operando.

Notícias relacionadas